Cão para adoção: Alaska

Ficha do animalzinho

Data do anúncio: 25 de dezembro de 2017
Idade: 2 anos
Categoria: Cão
Sexo: Fêmea
Porte: Médio
Castrado: Sim
Vacinado: Sim
Vermifugado: Sim
Adoção Especial: Não
Cidade: São Paulo

Contato para adoção

Nome: Thiago Martins
Email: imthiagomartins@live.com
Telefone: (11) 98786-8392


História

Olá!
Se preparem, sei que o texto é longo, mas tentei resumir ao máximo para entenderem a situação em que estou.
Há exatamente um ano, minha namorada encontrou a Alaska na rua e por ela estar bem cuidada, tentamos encontrar o dono, porém sem sucesso.
Decidimos então ficar com ela (foi quando demos o nome).
A Alaska é uma SRD, fêmea, porte médio, atualmente com cerca de 2 anos de idade. Enfim, a castramos, vermifugamos e demos todas as vacinas.
Entendam, temos quase certeza de que a Alaska foi muito maltratada e abandonada na rua antes de a encontrarmos. Sendo assim, ela é muito, muito medrosa! Morre de medo de animais e pessoas diferentes, não sabe andar na coleira e se vai visita em casa, late por muito, muito tempo.
Como tudo não é mil maravilhas, tivemos alguns problemas pessoais nesse período que ficamos com ela.
Primeiro, tanto eu quanto minha namorada estudamos e trabalhamos, ou seja, ficamos quase o dia inteiro fora de casa. Não demorou muito para recebermos reclamações dos vizinhos de que a Alaska ficava o dia inteiro chorando e latindo. Colocamos uma câmera no apartamento e realmente vimos que ela ficava latindo muito e até unhando e pulando na porta.
Simultaneamente, infelizmente a mãe do meu tio faleceu e acabou surgindo a oportunidade de mudarmos para o apartamento onde ela morava. Esse meu tio é idoso, aposentado e a rotina dele sempre foi ficar na casa da mãe enquanto minha tia trabalhava (e como ele possui um cachorro – Nick, o Nick sempre foi junto).
Como mudamos para a casa da mãe dele, a rotina dele continuou a mesma, o que achamos ótimo, pois assim ele se distraía e a Alaska aprenderia a conviver com pessoas diferentes e outros animais também (O Nick e o Napoleão que é um gato que já havia na casa).
Achamos que nossos problemas se resolveria, porém aí foi quando começaram a aparecer. Meu tio está adquirindo Alzheimer e a Alaska que sempre foi obediente, começou a obedecer apenas meu tio, e como ele está com essa doença, acaba tirando toda a autoridade minha e de minha namorada em cima da Alaska; e claro, nem discutimos com ele.
Isso fez com que a Alaska está começando a ficar agressiva, se tentamos chegar perto do meu tio ela tenta atacar, se o Nick ou o Napoleão tentam chegar perto dele, ela também os ataca. O problema é que meu tio não repreende a Alaska, apenas a puxa e começa a fazer carinho (e não precisamos ser nenhum expert pra saber que o cachorro entende o carinho como recompensa, e acha que o que ele está fazendo é certo).
Acreditem, agindo emocionalmente, tentamos de tudo para conseguirmos ficar com a Alaska. A castramos (para ver se ela ficava mais calma), demos florais, calmantes, mudamos de casa, tentamos coleira anti-latido e até um adestrador chamamos (o adestrador era ótimo, porém ele mesmo disse “Olha, com o ‘Tio’ convivendo com a Alaska, não conseguiremos educá-la, pois ela vê essa casa como matilha e ao invés de vocês serem os líderes da matilha, ela que é e o ‘Tio’ a ajuda a ser a líder”).
Tentamos de tudo pra continuarmos com a Alaska e manter um convívio hamonioso, tentamos ao máximo adaptarmos a ela, mas ela não se adaptou a gente. Temos que cuidar do meu tio que está com o Alzheimer se agravando, temos o Nick e o Napoleão, temos nosso trabalho… Enfim, vimos que a atitude mais racional é doá-la.
Depois disso tudo, espero que entendam nosso lado e que só vamos doar a Alaska para alguém que esteja disposto a entender que ela não é uma cachorra agressiva e sim medrosa!
A pessoa que adotá-la deve ter autoridade, de preferência sem crianças (não sabemos como ela agiria com crianças em casa), ter tempo para que ela não fique muito sozinha e o principal: que tenha paciência, muita paciência.
Agradeço a atenção de todos e por favor, qualquer coisa, me contate.

*A Rockbicho não se responsabiliza por informações contidas nos anúncios de terceiros.

ATENÇÃO:
Ajude-nos a manter o site atualizado. Se você escolheu o cãozinho deste anúncio e ele já foi adotado, por favor nos informe pelo email anuncio@rockbicho.org, com o link do anúncio!
Alaska, cadela para adoção

Blog

Fique ligado em novidades, eventos e diversas curiosidades sobre o mundo animal.
ver mais no blog

Cadastre-se

Receba novidades sobre a rockbicho.org

Thank you! Your submission has been received!

Oops! Something went wrong while submitting the form :(

Rockbicho nas redes sociais

Ajude-nos a divulgar a nossa causa

Parceiros

Conheça alguns parceiros da nossa causa. Faça parte você também!
logo-98fm
logo-agenciasurf
logo-loboalfa
marca-hvu24h
logo-netscanner
logo-animalle
Sem Título-1
Logo CastraPet BH